Eleitores de onze cidades brasileiras voltam às urnas hoje (12)

Embora grande parte dos brasileiros estejam curtindo um dia de descanso como qualquer outro, hoje, domingo (12), a população das cidades mineiras Alvorada de Minas, Ervália e São Bento Abade está voltando às urnas para escolher , mais uma vez, seus prefeitos e vice-prefeitos.
As eleições municipais estão sendo realizadas novamente nestas cidades porque a Justiça Eleitoral anulou o pleito ocorrido no ano passado. A votação ocorre entre as 08h00 e as 17hoo de hoje, domingo .

Domingo com novas eleições em 11 cidades brasileiras/Foto: TSE

O mesmo acontece em outros seis municípios do Rio Grande do Sul, um do Amapá e outro do Mato Grosso. Juntos, o eleitorado que voltará às urnas neste domingo soma 264,8 mil pessoas.

Segundo o artigo 224 do Código Eleitoral, devem ocorrer novas eleições caso haja indeferimento do registro de candidato eleito em pleito majoritário.

Gravataí, no Rio Grande do Sul, é a maior cidade que realizará novas eleições hoje. O município tem uma população é de 273,7 mil pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O candidato vencedor, Daniel Bordignon (PDT), teve seu registro de candidatura indeferido por ter sido condenado por improbidade administrativa. Ele já havia sido prefeito da cidade entre 1997 e 2004, quando contratou 1.292 funcionários sem concurso público, de acordo com a condenação.

Dezenas de outros municípios ainda podem vir a ter novas eleições este ano. O TSE estipulou 12 possíveis datas para os pleitos. A próxima será em 2 de abril, quando 12 municípios de seis estados já se preparam para voltar às urnas, entre eles Foz do Iguaçu, no Paraná.

Neste domingo, no Rio Grande do Sul, além de Gravataí, o município de Arvorezinha (com 8,4 mil eleitores), de Salto do Jacuí (com 9,2 mil), São Vendelino (com 1,9 mil) e São Vicente do Sul (com 7,2 mil) voltam às urnas.

No Amapá, a cidade de Calçoene levará 7,4 mil eleitores às urnas. Em Mato Grosso, 2,8 mil vão escolher o novo prefeito de Conquista D´Oeste. E em Minas Gerais, 4,2 mil vão eleger o novo prefeito de Alvorada de Minas, enquanto 16,4 mil eleitores votarão em Ervália e outros 3,8 mil, em São Bento Abade.
Entenda as eleições em Minas

Em Alvorada de Minas, Danilio da Saúde (SD) venceu a disputa no ano passado. No entanto, ele teve seu registro indeferido por não ter se afastado das funções de secretário municipal e por ter praticado atos como servidor público em período vedado. No município há 4.267 eleitores. Disputam a nova eleição três candidatos: Carlos de Abreu (PMDB), Cléber do Esporte (PTdoB) e Vitor de Salvador (SD).

O registro de Edson Rezende (DEM), candidato mais votado no ano passado em Ervália, também foi indeferido. A decisão da Justiça Eleitoral se deu em razão de suas contas públicas terem sido rejeitadas. Os 16.742 eleitores da cidade deverão agora optar entre Alex Ruela de Almeida (PSDB) e Eloisio Cunha (DEM).

Já em São Bento Abade, Janete Rezende Silva (PSDC) havia sido a mais votada no ano passado. O indeferimento de seu registro também ocorreu em decorrência da rejeição das suas contas públicas.

No pleito deste domingo, a cidade mineira que conta com 3.895 eleitores terá como opção três candidatos. Uma delas é a irmã de Janete, Jane Rezende Silva Elizei (PT). Os outros dois candidatos são Eneias Machado de Souza (PTB) e José Roberto Furtado (PDT), também conhecido como Nonô.(iG)

Você pode gostar...